Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol oficializa o pedido de substituição da Comissão que investiga o Caso Roberta Dias à SSP e ao Conseg

Por Imprensa (sexta-feira, 11/05/2018)
Atualizado em 11 de maio de 2018

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol-AL), Ricardo Nazário, oficializou o pedido de substituição da Comissão de investigação do Caso Roberta Dias, ao presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg), Antônio Carlos Gouveia, e ao secretário de Segurança Pública de Alagoas (SSP), coronel Paulo Domingos de Araújo Lima Junior.

Nos expedientes, entregues na tarde da quinta-feira (10), o sindicato relatou o caso com documentação, destacando que a jovem gestante Roberta Dias desapareceu em 2012, e uma comissão de investigação, presidida pelo delegado Cícero Lima, pediu a prisão de três policiais civis, como suspeitos de autoria do crime, baseando-se no depoimento de um indivíduo comprovadamente inimputável.

Destaca-se ainda que um áudio telefônico de 43 minutos, periciado pela Polícia Federal em 2016 e difundido nas redes sociais, narrar a conversa de um indivíduo, que ajudou o pai do filho de Roberta Dias a assassiná-la. O áudio aponta a autoria, o modus operanti e a motivação, esclarecendo que o crime não faz relação alguma com os policiais civis.

Para o Sindpol, a investigação apresenta erros grosseiros, cintado que os investigadores, mesmo com a posse do áudio desde 2015, estão com o inquérito policial aberto há seis anos. O Sindicato almeja a isenção no caso e justiça aos policiais civis.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2018 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS