Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Presidente do Sindpol informa ao procurador-chefe do MPT que sofre perseguição por denunciar condições precárias nas delegacias

Por Imprensa (quarta-feira, 29/11/2017)
Atualizado em 29 de novembro de 2017

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, informou ao procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Alagoas, Rafael Gazzaneo, a perseguição do Governo do Estado por ele estar denunciando as precárias condições de trabalho dos policiais civis nas delegacias de polícia. O sindicalista destacou que foi aberto inquérito policial com dois delegados especiais para apurar o caso.

O encontro com o procurador do Trabalho ocorreu na abertura do I Seminário de Formação Sindical MPT- Centrais Sindicais, ocorrida na última sexta-feira (24). Rafael Gazzaneo se manifestou à disposição do sindicalista.

Com isso, o Sindpol irá agendar uma audiência para tratar da perseguição ao Ricardo Nazário. Além disso o sindicato também discutirá o andamento das inspeções nas condições de trabalho nas delegacias de Alagoas, conforme denúncia do Sindpol ao MPT.

Graças à atuação do MPT junto ao Sindpol, o problema da falta de colete balístico foi solucionado no ano passado.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2018 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS