Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Policial civil usa estratégia do poker nas atividades policiais

Por Imprensa (sexta-feira, 4/01/2019)
Atualizado em 4 de janeiro de 2019

Praticante do poker há 25 anos, o policial civil Ângelo do Rego de Araújo usa a estratégia do jogo para o seu desempenho nas atividades policiais. Ele é o terceiro melhor jogador alagoano da modalidade. Participou de inúmeros campeonatos como a Copa Nordeste e o Campeonato Brasileiro em São Paulo, conquistando o 12º lugar e o prêmio de R$ 10.800,00.

No poker, o policial civil é conhecido como Ângelo Bin Laden. Ele destaca que o jogo ajuda em sua estratégia policial. “O poker é estratégia. Com o aprimoramento no poker, comecei a ouvir mais as pessoas, identificar mentiras e falas falsas. Mentiras de pessoas que querem se livrar de um crime. E falas falsas de quando alguém quer incriminar outro em uma ocorrência na qual a pessoa não fez”, explica o policial civil, acrescentando que percebe também a fisionomia das pessoas, as características e suas falas.

Ele explica que o poker é jogado em inglês. “Todas as regras e jogadas são na língua inglesa. Em qualquer parte do mundo, o jogador terá que usar essas regras em inglês”.

De acordo com ele, o poker é bastante desenvolvido na classe social mais favorecida. “Aqueles que querem sobreviver do poker, devem levar em conta que têm que estudar muito”, adianta.

Clubes alagoanos
Para quem quer iniciar, deve procurar os dois clubes alagoanos. Em Maceió, Holdem Club na antiga Amélia Rosa, e a K2 na Rua Odilon Vasconcelos. “Nos dias de segunda, quarta e sexta têm o campeonato que o jogador não paga para entrar”, informa.

Há dois tipos de jogos: Poker de Torneio e o Poker de Cash. Ângelo não recomenda o Poker de Cash para quem está iniciando. “No Poker de Torneio, o jogador participa com número igual de fichas que o seu oponente. O de Cash é diferente. Eu posso comprar R$ 1.000,00 de fichas, e você R$ 200,00, ou seja, estarei na vantagem”, alerta.

Legalidade x ilegalidade
Tecnicamente, o poker é considerado um esporte legal, não havendo nenhum tipo de proibição em território nacional, por ser um esporte de habilidades cognitivas e inteligência emocional. “Foi provado que o poker é estratégia da mente com todo um traçado que o jogador visualiza a jogada. Então, ele não pode ser considerado jogo de azar. Se fosse, os jogadores apresentavam as cartas. Existem inúmeras modalidades de poker. A mais comum é o Texas, na qual o jogador joga com duas cartas. Há também a modalidade Omaha com quatro cartas, entre ouras”, revela Ângelo.

O que passou a ser proibido, no entanto, foi a exploração e a prática do poker em casas de jogatina, onde havia toda uma estrutura montada para que os jogadores apostassem e, eventualmente, perdessem seu dinheiro com apostas em partidas.

Campeonato
O maior Campeonato Brasileiro de Poker é o BSOP (Brazilian Series of Poke), que também é o maior da América Latina. Participam de 4 a 5 mil pessoas. As premiações chegam ao valor de R$ 1,5 milhão.

O policial civil informa que as despesas do último campeonato nacional, que ele participou, foram custeadas pela Federação Alagoana de Poker, graças ao seu desempenho e terceiro lugar conquistado no Campeonato Alagoano.

Vencedor
No poker, as estratégias traçadas pelo jogador levam de pequenas mãos a grandes mãos. “O poker é uma guerra onde a estratégia, que foi traçada antes, leva a vitória”, informa Ângelo.

Geralmente, o vencedor de cada mão de poker é o jogador que tem a mão de classificação mais alta no momento em que todas cartas são mostradas ao final da mão – conhecido como ‘showdown’ – ou o jogador que faz a última aposta não paga, vencendo sem precisar chegar em um showdown.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2019 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS