Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Policiais civis cobram IPCA em ato nacional por Educação, Aposentadoria e Emprego

Por Imprensa (terça-feira, 13/08/2019)
Atualizado em 13 de agosto de 2019

Mais de duas mil pessoas participaram do ato público nacional em Defesa da Educação, do Emprego e da Aposentadoria nesta terça-feira (13). A manifestação teve início no CEPA, onde as centrais, sindicatos, movimentos populares e estudantis saíram em caminhada até o Palácio do Governo. A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) marcou presença no protesto para cobrar a reposição salarial de 16% acumulada no governo Renan Filho.

O vice-presidente do Sindpol, Jânio Vieira, destacou que o Sindicato participou da mobilização junto com os movimentos sociais contra a reforma da Previdência e pelo IPCA, “que o governo insiste em não atender os servidores”, alerta.

O diretor de Comunicação do Sindpol, Edeilto Gomes, disse que o ato público foi trabalhado em conjunto com o ato nacional em Defesa da Educação, das Aposentadorias e do Emprego. “Nós, servidores públicos, estamos participando do movimento, pois entendemos a importância dessas bandeiras, como também estamos levantando a nossa bandeira, que é o IPCA mais ganho real”, revelou.

Prejuízo aos servidores
A reforma da Previdência, que foi aprovada na Câmara e tramita no Senado, é prejudicial aos policiais civis, pois aumenta a alíquota de contribuição para 14%, podendo chegar a 22%. Além disso, impõe a idade mínima de 55 anos, sendo 30 anos de contribuição. No entanto, o policial incluído na Lei Complementar 51/85 que cumprir pedágio de 100% sobre o tempo que faltaria para completar 30 anos de contribuição, no caso de homem, e 25 anos de contribuição, no caso da mulher, poderá se aposentar respectivamente aos 53 anos (homem) e 52 anos (mulher).

Nos estados, as Polícias Civis ficaram de fora do texto da reforma, aprovado na Câmara, mas poderá ser aplicada pelos governos estaduais.

Em Brasília, dirigentes do Sindpol participam do Congresso Extraordinário da Cobrapol para traçar as estratégias de mobilização em defesa da aposentadoria dos policiais civis e contra a reforma da Previdência.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2019 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS