Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Policiais civis aprovam o orçamento do Sindpol para 2019

Por Imprensa (segunda-feira, 10/06/2019)
Atualizado em 10 de junho de 2019

Categoria aprova participação na mobilização nacional no dia 14 contra a reforma da Previdência e adia decisão sobre desfiliação da CUT

 

Em assembleia geral ordinária, os policiais civis aprovaram por unanimidade o orçamento do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) para 2019, nesta segunda-feira (10), no auditório do Sindicato dos Urbanitários.

 

A assembleia geral ordinária tinha como pauta da diretoria a aprovação do orçamento de 2019. O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, esclareceu que o orçamento de 2019 é uma previsão, que a gestão realiza para utilizar da melhor forma os recursos financeiros do Sindpol, priorizando a luta sindical.

 

CUT

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, explicou a dinâmica da assembleia ordinária e abriu para os policiais civis proporem pauta. O policial civil e diretor do Sindpol Emerson Pereira pautou a desfiliação da Central Única dos Trabalhadores (CUT); da mesma forma apresentou o policial civil Flávio/Fox.

 

Não concordando, o policial civil Pedro Tenório propôs que a discussão sobre a desfiliação da CUT fosse realizada após a tramitação da reforma da Previdência. A proposta do Pedro foi aprovada com 26 votos contra 16 votos. Antes da votação, a presidente da CUT, Rilda Alves, e o dirigente da Central Isac Jacson esclareceram a atuação da CUT estadual nas lutas gerais e com os policiais civis. Os dirigentes haviam tomado conhecimento da proposta de desfiliação da Central através do chamamento pelas redes sociais, e solicitaram ao Sindpol que abrisse o espaço para explicar a importância da CUT nas lutas da categoria.

 

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, informou que concedeu a fala aos dirigentes da CUT em respeito à história do Sindicato, que teve avanço no passado com apoio da Central. “Vivemos em uma democracia e é importante ouvir todos para uma decisão. A nova gestão preza pela transparência das contas do Sindpol, pelo amplo debate de ideias, que é dessa forma democrática que se amplia as conquistas da categoria”, disse.

 

Mobilização contra a reforma da Previdência

O policial civil Ascânio Correia defendeu a participação do Sindpol na mobilização nacional do dia 14 de junho e também uma assembleia unificada com os operadores de Segurança Pública (policiais civis, policiais federais, policiais rodoviários federais, agentes penitenciários e guardas municipais) para debater a reforma da Previdência, contando com a palestra do juiz federal Antônio Araújo. As propostas foram aprovadas pela categoria.

 

Para o Dia Nacional de Mobilização contra a reforma da Previdência, em 14 de junho, o Sindpol convocará a categoria para se concentrar em frente à Central de Flagrantes, a partir das 8 horas. Na mobilização, o Sindicato e policiais civis cobrarão a implantação do reajuste geral (IPCA mais ganho real). Haverá café da manhã no local. E, no horário das 16 horas, a categoria participará do Grande Ato Público Unificado, que sairá da Praça Centenário.

 

Prioridade na revisão do PCCS

O policial civil e diretor do Sindpol Fernando Palmeira pautou a prioridade da luta pela revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS) da Parte Permanente, que também foi aprovada pelos policiais civis.

 

Informe

Na assembleia geral, o diretor Financeiro do Sindpol, Carlos Jose, informou que o São João dos Policiais Civis será em frente à sede do Sindicato, no dia 19 de junho, das 17 às 20 horas. Em breve, o Sindpol estará divulgando o evento junino.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2019 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS