Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Nurrcame da PC/AL presta esclarecimento sobre pistola Glock

Por Imprensa (sexta-feira, 8/11/2019)
Atualizado em 8 de novembro de 2019

Em contato com o Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), o Núcleo de Regulamentação, Registro e Controle de Armas, Munições e Explosivos (Nurrcame) faz esclarecimento sobre aquisição e utilização das pistolas Glock.

De acordo com o Assessor Técnico do Nurrcame, Ednildo Macena, o Governo do Estado adquiriu 2000 pistolas Glock, destinando desse total 300 unidades à Polícia Civil. Segundo ele, outro processo de aquisição da arma, com a mesma quantidade, já se encontra em estágio avançado pelo Governo. Serão mais 300 pistolas para a Polícia Civil. O objetivo do Governo é que, o mais breve possível, todos os policiais, sem exceção, tenham uma pistola Glock cautelada em seu nome.

 

Distribuição

O Nurrcame revela que existem 1.650 policiais que possuem cautela de arma individual. E, segundo o setor, distribuir 300 pistolas Glock para todo efetivo da Polícia Civil é impossível. “Foi preciso selecionar algumas Unidades e preparar o pessoal para uso do equipamento. Assim, a Delegacia Geral resolveu iniciar a distribuição dessas armas por unidades especializadas – GRE/DEIC, Tigre, Antibomba, Oplit, Asfixia, Grupamento Aéreo, DANARC, DHPP e outra”, disse Macena.

 

Habilitação para uso das pistolas Glock

A capacitação dos policiais ficou por conta da equipe de instrutores da Academia de Polícia Civil, encabeçada pelo Agente de Polícia Alexandre Galvão. De acordo com Macena, “seria uma irresponsabilidade entregar as pistolas Glock sem disponibilizar aos policiais conhecimentos essenciais sobre normas de segurança, manutenção de 1º escalão e manuseio desse armamento”.

Das pessoas que receberam a habilitação pela Apocal, algumas não atingiram a pontuação mínima. Para essas, haverá nova capitação.

 

Coldre

Quanto ao coldre, o Assessor Técnico informa que é uma exigência do fabricante sob pena de perder da garantia da arma. “Tem gente que usa a arma de todo jeito, sem o coldre e sem nada. Pode haver perda da garantia por mal-uso da arma, bem como ocorrem graves acidentes. A pistola possui uma funcionalidade mais aprimorada. Não tem trava externa e exige mais cuidado.

A utilização do coldre permite que a arma seja transportada com mais segurança, maior velocidade no saque e mais facilidade para recoldrear.

 

Não é obrigado

O Nurrcame esclarece também que o policial civil não é obrigado a receber a pistola Glock. “Se não quer pegar e/ou não pode comprar um coldre, deixa para outra pessoa que queira. O coldre é importantíssimo, não só para conservação do bem, mas, principalmente, para salvaguardar a segurança do próprio policial bem como de terceiros”, disse Macena.

 

Termo

Quem recebe a arma, assina termo de ciência e compromisso, que traz a recomendação, por motivos de segurança, de utilização da referida pistola em coldre de kydex ou polímero.  “Não há distinção, o termo está sendo cobrado para todos, agentes, escrivães, delegados, diretores. Todos estão assinando o documento”, informou.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2019 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS