Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

FESP realiza grande Ato Público no 7 de setembro pela segurança pública

Por Imprensa (terça-feira, 11/09/2018)
Atualizado em 11 de setembro de 2018

A Frente Estadual pela Segurança Pública (FESP) realizou um grande ato público pelo fortalecimento da segurança pública, nesta última sexta-feira (07), na Praça Sinimbu, no Centro de Maceió.

O ato contou a participação do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), Sindicato dos Peritos Oficiais de Alagoas (Sinpoal), Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen) e do Sindicato dos Servidores do Detran de Alagoas (Sinsdal), que objetivaram solicitar as propostas de segurança pública dos candidatos a governador, senador, deputados federal e estadual.

O ato reuniu familiares, convidados, políticos e pessoas do público . No local, foram entregues camisas e servido um café da manhã. Houve panfletagem, além do carro de som com o microfone ligado para qualquer pessoa expressar os problemas da segurança pública.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, enfatizou a importância do ato para união dos servidores públicos e da população. “Cada vez, o governo articula para dividir as categorias, retirando direitos, dificultando progressões, acúmulando passivos de retroativos e outros direitos específicos”.

O dirigente descartou que esse é o momento da união, que os servidores não aguentam mais intolerância e descaso do governo com servidores da segurança pública. “A FESP foi lançada, justamente, em conjunto com os sindicatos para cobrarem do Estado a melhoria das condições para as categorias da Segurança Pública”, completa.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Detran de Alagoas – Sinsdal, Clayberson Ferraz, alertou a população que se não houvesse pendência entre a segurança pública e o Estado, os servidores não estariam cobrando. “O governo investe muito em propaganda. Todos os setores funcionam muito bem na televisão, mas no órgão a situação é diferente. Numa propaganda no horário nobre, o governo gasta milhões, que poderia ser usado na segurança dos alagoanos”.

Clayberson Ferraz releva que um dos objetivos da FESP é a fiscalização dos recursos que estão sendo investidos na Segurança Pública.

O vice-diretor de Comunicação do Sindpol, Vicente Higino, ressaltou que a FESP é um instrumento que dará força e voz para mostrar a toda sociedade alagoana o que a categoria da segurança pública vem suportando. “É vergonhosa e alarmante a falta de segurança no Estado. Hoje a Polícia Civil tem um déficit de quase três mil pessoas”.

O vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas – Sindapen, Petrônio Lima, convoca toda a sociedade para se unir a FESP e mudar o quadro da Segurança no Estado de Alagoas.

O perito criminal e conselheiro do Sindicato dos Peritos Oficiais de Alagoas – Sinpoal, Paulo Rogerio, destaca que a FESP é uma iniciativa inovadora, no qual os servidores irão buscar dos candidatos quais são as propostas para a segurança pública de forma geral e específica dos peritos oficiais. “Nossos governantes precisam parar de fazer políticas em cima de números. Eles precisam entender como trabalham seu efetivo, a necessidade de estrutura e a valorização dos profissionais”.

Veja a seleção completa de fotos através do link:
https://www.facebook.com/pg/sindpolal/photos/?tab=album&album_id=1852250671496007

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2018 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS