Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Em formatura de PCs, Delegado Geral esclarece ao Sindpol que Tigre não será extinto

Por Imprensa (quarta-feira, 27/11/2019)
Atualizado em 27 de novembro de 2019

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), Ricardo Nazário, participou da formatura de policiais civis do I Curso Básico de Explosivos – CBEX, realizada na Delegacia Geral de Polícia Civil, nesta quarta-feira (27).  Com os rumores de possível extinção do Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre), Ricardo Nazário levou a preocupação ao Delegado Geral, Paulo Cerqueira, que negou essa possibilidade e ainda assumiu o compromisso com o Sindpol pela manutenção do grupo tático.

“O trabalho que o Tigre desenvolve, há 25 anos, é reconhecido pela sociedade alagoana. O Tigre é o grupo de elite da Polícia Civil e tem uma história de combate ao crime. O Sindicato fica triste com o movimento de padronização nacional para acabar com todos os grupos especializados de policiais civis, mantendo apenas a Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE). Isso é ruim para a instituição policial”, alerta Ricardo Nazário, que foi um dos homenageados na solenidade.

O presidente do Sindpol destaca que o Sindicato sempre buscou junto ao Governo do Estado, à Secretaria de Segurança Pública e à Delegacia Geral a qualificação e aperfeiçoamento dos policiais civis, os quais possuem a missão de proteger a sociedade, arriscando suas vidas. “Quanto mais preparado, menos será risco do policial civil ser ferido ou morto no combate à criminalidade”, disse.

 

Valorização

O sindicalista também ressalta a importância da valorização salarial do policial civil, não apenas com a questão de armamento. “A Polícia Civil recebeu pistola Glock, fuzis T4, viaturas, entre outros equipamentos. Todo o aparato é bem-vindo, mas falta a questão salarial e o reconhecimento da periculosidade. Chegou o momento de o governador valorizar o policial pai de família e conceder seus os devidos direitos”, defendeu.

Na solenidade, foram entregues fuzis T4 para o Tigre. O instrutor da Apocal Alexandre Simões Galvão disse que os policiais civis passarão por curso de habilitação para o uso do fuzil. Na ocasião, informou que, quando entrou na Polícia Civil, a sua arma era um taco de sinuca, destacando que, atualmente, o policial civil já recebe sua arma e possui curso para habitá-lo ao uso do armamento.

A delegada Bárbara Arraes, gerente de Estatística, Informática e Armas, representou o Delegado Geral Paulo Cerqueira, na solenidade que contou também com as presenças do gerente da Gapocal, delegado Antônio Carlos Lessa, e do deputado Cabo Bebeto, entre outras personalidades. Do Sindpol, também participou o dirigente Etélio Charles Malta.

Dezessete policias civis concluíram o Curso Básico de Explosivos, que foi realizado no período de 23 e 27 de setembro, sob coordenação de José Lucivan Gomes de Omena, formado em Técnico de Explosivos pela CORE/RJ, e como instrutores: Cristiano (Antibomba/TIGRE); Juarez (Antibomba/TIGRE); Edson (Antibomba/TIGRE); Macena (NURCAME/PC-AL); Daniel; Capitão Brasil, Tenente Davi e Sargento Jefferson Augusto (Exército Brasileiro).

 

Veja as fotos da formatura dos policiais civis no I Curso Básico de Explosivos no Facebook do Sindpol

https://www.facebook.com/pg/sindpolal/photos/?tab=album&album_id=2565978426789891

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2019 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS