Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Em reunião com Sindpol, Secretário do Gabinete Civil se compromete em intermediar reunião com a Seplag

Por Imprensa (sexta-feira, 6/09/2019)
Atualizado em 6 de setembro de 2019

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas – Sindpol se reuniu na quinta-feira (06), com o Secretário Executivo de Integração Política e Social do Estado, Daniel Alcoforado, para tratar da pauta de reivindicações da campanha salarial dos policiais civis.

Agradecendo a presença dos policiais civis e elogiando o trabalho da diretoria do Sindpol, o Secretário Executivo iniciou a reunião, destacando que o Governo tem muita afeição e respeito pela categoria dos policiais civis. “Os índices, que sustentam praticamente o governo do Estado, são os índices construídos na área de Segurança Pública”, reconhece.

O Secretário admitiu que o Governo está cauteloso em relação a negociação salarial dos servidores. Entretanto, acredita que a pauta salarial é sempre justa e se colocou à disposição para intermediação de um canal de negociação com o Secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques Santos.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, explicou que já foram enviados quatros ofícios ao Gabinete Civil para um início de diálogo sobre a pauta de reivindicações dos policiais civis. “Nosso objetivo neste primeiro momento é apresentar a pauta salarial, sabemos que esta discussão é muito ampla e depende de diversas reuniões”, afirmou.

Na sequência ,o dirigente destacou alguns pontos da pauta de reivindicações, como a verba de vestimenta, a implantação do Serviço Voluntário para Polícia Civil, dos ativos e aposentados, a inclusão dos policiais civis na Lei da Periculosidade, a implantação do projeto de lei de revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS) da Parte Permanente.

Lei Orgânica
Enfatizando a importância da Lei para a categoria, a economia para Estado de Alagoas e o benefício para a sociedade, o 2º secretário do Sindpol, Bartolomeu Rodrigues, explicou que o modelo do projeto foi elaborado por uma proposta da Confederação Nacional dos Policiais Civis. “Uma das finalidades da proposta é incluir a carreira única, com ingresso pela base, disse.

O dirigente pontuou que o projeto será importante diante dos desgastes da instituição. “Hoje temos três cargos na Polícia Civil: agente, escrivão e o delegado, que não interagem. Estamos propondo a unificação dos cargos para que o policial, seja completo”, defendeu.

Questionado sobre a efetividade do modelo em outra região, Bartolomeu revelou que já existe no Chile, Portugal, Los Angeles, nos EUA, entre outros.

O vice-presidente Jânio Barbosa ressaltou que depois de editado o projeto para a realidade de Alagoas, o Sindpol começou a fomentar a proposta da Lei na Delegacia Geral, no Governo do Estado e na Assembleia Legislativa. “Consequentemente foi criada uma comissão pela Delegacia Geral a partir do empenho do Sindpol”, informou.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2019 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS