Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Diretoria do Sindpol faz curso de PPE para conhecer o novo sistema

Por Imprensa (quarta-feira, 22/08/2018)
Atualizado em 22 de agosto de 2018

Os diretores do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) realizaram o curso de Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE) na Academia de Polícia Civil de Alagoas (Apocal) nesta quarta-feira (22), para conhecer as necessidades da categoria e a implantação do novo sistema no Estado.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, revela que diante de relatos de alguns policiais sobre a dificuldade e a demora para realizar o novo procedimento, considerando também que outros profissionais realizaram manifestações positivas, o Sindicato solicitou à Academia informações sobre a nova ferramenta. Por conta disso, a Apocal ofertou o curso para que a diretoria do Sindpol entendesse o PPE que está sendo adotado nas delegacias. O novo sistema irá substituir o Sispol.

Ricardo Nazário destaca que a ferramenta é importante para a integração com os estados que aderiram ao programa, bem como, fundamental para a troca de informação e de comunicação. “A Polícia Civil de Alagoas não poderia deixar de acompanhar as novas ferramentas que facilitarão o atendimento ao cidadão. Com o novo modelo, o policial poderá fazer o Boletim de Ocorrência em seu smartphone em qualquer local”.

Durante a realização do curso, o delegado Aydes Ponciano, diretor do Geinfo e o responsável por trazer o PPE para o Estado, destacou a nova dinâmica da Academia que está abraçando a qualificação da categoria. Ele demonstrou o esforça da gestão, juntamente com o diretor da Apocal, delegado Antônio Carlos Lessa, para qualificar a categoria.

Os Multiplicadores da Apocal José Vonie Araújo e Marcial Fortes estão coordenando os cursos. De acordo com Marcial Fortes, onze estados já aderiram ao novo sistema. Alagoas, que também está adotando, irá receber recursos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Fortes explica que existem duas modalidades do curso, que tiveram o tempo reduzido por conta da habilidade dos policiais com os procedimentos. “Uma ocorre em um dia para realização de Boletins de Ocorrências e pesquisas. E a outra é a produção, que é um curso completo, voltado à execução de trabalho nos cartórios para finalizar o Termo Circunstanciado de Ocorrências, entre outros procedimentos. Esta modalidade dura quatro dias.

Marcial Fortes informa que a Apocal está realizando até duas turmas por mês, inclusive no interior de Alagoas. No momento, o curso completo está sendo realizado na cidade de Arapiraca.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2018 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS