Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Após denúncia do Sindpol, SSP amplia espaço para PC em CISP de Viçosa

Por Imprensa (quarta-feira, 8/11/2017)
Atualizado em 19 de novembro de 2017

Após a denúncia do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), a Secretaria de Segurança Pública ampliou os espaços dos policiais civis no Centro Integrado da Segurança Pública (CISP) da cidade de Viçosa, que ainda será inaugurado. O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, o diretor de Comunicação, Edeilto Gomes, e o vice-diretor de Planejamento, Emerson Carlos Pereira, voltaram à cidade e foram informados de que a Polícia Militar cedeu salas, alojamento e dividirá a cozinha.

Antes da intervenção do Sindicato, os policiais civis estavam sendo obrigados a se mudar para o CISP sem estrutura e sem espaço adequado, que acomodem a Delegacia Regional e as delegacias plantonistas, ainda nesta quarta-feira (08).

*População apoia*
Personalidades da cidade também atenderam o chamamento do Sindpol que buscou mobilizar a população para demonstrar a preocupação com a segurança pública de Viçosa. O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, informou as professoras Aline Machado e Cícera Virgínia, de que o problema da falta de espaço já estava sendo resolvido, mas destacou que a carceragem da Delegacia Regional possui 12 presos, enquanto o CISP foi projetado para acomodar quatro detentos.

Ricardo Nazário também agradeceu o apoio e a presença das educadoras, destacando que o Sindicato também apoia a luta dos professores, disponibilizando-se inclusive a participar da mobilização dos profissionais da Educação da cidade.

Defensoria Pública

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, entregou ofício à Defensoria Pública de Viçosa, solicitando que o órgão promova uma ação civil pública limitando o número de presos no CISP da cidade. No documento, o Sindpol informa que a Delegacia Regional possui 12 presos, e o CISP só cabe apenas quatro presos em sua carceragem.

O sindicalista também destacou a falta de planejamento do governo que não pensou no infrator menor de idade, na mulher presa, entre outras especificidades de uma carceragem.

Denúncia

O presidente Ricardo Nazário informa aos policiais civis que continuem denunciando a má gestão da segurança pública, que o Sindpol não irá se intimidar com Corregedoria de Polícia ou processo administrativo. “Iremos continuar denunciando as condições precárias e os problemas da segurança pública”, avisa.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2018 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS