Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Presente ao sepultamento, Sindpol cobra elucidação do assassinato do filho do policial civil

Por Imprensa (quarta-feira, 4/04/2018)
Atualizado em 4 de Abril de 2018

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol-AL) prestou solidariedade ao policial civil Osman Teixeira Filho, no sepultamento do seu filho, Osman Neto, que foi brutalmente assassinado, enquanto trabalhava como moto táxi.

No sepultamento, vários policiais civis relataram que procuraram os setores da Polícia Civil, e a instituição policial não deu a devida atenção no momento em que o filho do policial civil desapareceu. No outro dia, após a repercussão na mídia, foi que os setores da polícia prestaram assistência. Esses policiais civis denunciaram a desunião e a falta de assistência no momento em que mais precisaram da polícia.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, está oficializando ao secretário de Segurança Pública, e ao Delegado Geral a solicitação de empenho nas investigações para que o crime não entre na estatística da impunidade da segurança pública de Alagoas.

Desde que assumiu, a atual diretoria do Sindpol vem cumprindo sua determinação em apoiar e amparar a categoria. É um compromisso do presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, que nenhum policial estará sozinho enquanto a atual diretoria estiver no comando do sindicato.

No sepultamento, a única entidade presente e prestando apoio à família foi o Sindpol.

Em apenas quatro dias, a violência em Alagoas fez duas vítimas fatais que comoveram a população, como os assassinatos do filho do policial civil e do advogado José Fernando Cabral de Lima na Ponta Verde.

O presidente do Sindpol destaca que os homicídios demonstram para os alagoanos a falta de política pública do Governo do Estado. “Esses projetos midiáticos implementados pelo Governo não estão trazendo segurança à população, e o Sindpol se solidariza com toda a sociedade que vem sendo atingida com a falta de planejamento na segurança pública”, enfatiza.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2018 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS