Carregando
Facebook SINDPOL/AL Twitter SINDPOL/AL Instagram SINDPOL/AL WhatsApp SINDPOL/AL YouTube SINDPOL/AL (82) 3221.7608 | 3336.6427

Após a convocação de assembleia geral com indicativo de greve, Delegacia Geral se reúne com Sindpol para tratar de padronização da PC/AL

Por Imprensa (quinta-feira, 5/04/2018)
Atualizado em 5 de Abril de 2018

Sem resposta de dois ofícios e considerando a reclamação dos policiais civis quanto aos possíveis prejuízos com a padronização operacional e administrativa da Polícia Civil, a diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) convocou uma assembleia geral com indicativo de greve, que já resultou em uma reunião com a delegada-geral Adjunta, Kátia Emanuelly.

No encontro, que ocorreu na tarde da quarta-feira (04), o Sindpol também discorreu sobre outros temas, como a Lei Orgânica da Polícia Civil, a atualização do Estatuto da Polícia Civil e as condições de trabalho das delegacias.

Entre os problemas, apresentados ao Sindpol pela categoria em decorrência da padronização, a implantação de horário de expediente nas delegacias do interior, o corte de adicional noturno, o corte da verba de alimentação e o assédio moral através da transferência de policiais civis sem as devidas formalidades do direito administrativo. O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, informa que, por conta disso, foi convocada uma assembleia geral com indicativo de greve devido, principalmente, à falta de atenção da Delegacia Geral com os assuntos de interesse dos policiais civis.

Na reunião, a delegada-geral Adjunta, Kátia Emanuelly, alegou a falta de efetivo na Polícia Civil para realização da padronização. Disse que não haverá corte de adicional noturno nem de verba de alimentação. Quanto à transferência, informou que analisará os casos específicos, como a questão de saúde.

Também foi definida a criação de uma Comissão para tratar da Lei Orgânica e da atualização do Estatuto da Polícia Civil. Ricardo Nazário enfatiza que a atualização do Estatuto fará com que o gestor se justifique em caso de remoção. O Sindpol indicará três diretores para compor a Comissão que deverá ter portaria publicada para iniciar os trabalhos.

Kátia Emanuelly informou que o Superintendente Administrativo e Financeiro, delegado Francisco Amorim, será o responsável para atender o Sindpol quanto aos problemas das condições de trabalho e das delegacias de Alagoas. Na reunião, ficou definida a apresentação do estudo da padronização ao Sindpol e a realização de uma reunião com o delegado-geral Paulo Cerqueira.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2018 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS